Hoje, cerca de 60% fica com a união, 23% com os Estados e 17% com os municípios. A reivindicação dos prefeitos envolve também itens como o Fundeb permanente, e não renovável a cada ano, desvinculação de verbas da saúde e aumento no repasse para a educação fundamental.
08/04/2019 08:34

A construção de um novo Pacto Federativo, tema incansavelmente defendido pelo saudoso senador Luiz Henrique da Silveira, do MDB,é o tema principal da Marcha dos Prefeitos à Brasília, que inicia hoje com a presença de oito representantes da Amrec. A intenção é a união de esforços para elaboração de propostas que permita a divisão mais justa da arrecadação.

Hoje, cerca de 60% fica com a união, 23% com os Estados e 17% com os municípios. A reivindicação dos prefeitos envolve também itens como o Fundeb permanente, e não renovável a cada ano, desvinculação de verbas da saúde e aumento no repasse para a educação fundamental.

A redistribuição dos impostos, é bandeira antigo e difícil de ser hasteada por tudo o que envolve, em especial o poder que o governo federal exerce sobre os Estados e Municípios.Com um governo eleito no entanto, com a bandeira de renovação e mudanças estratégicas e que possam de fato fazer a diferença, a esperança é que pautas tão importantes quanto a revisão do Pacto Federativo sejam de fato colocadas em prática.

 

Enviando Comentário Fechar :/