O vereador Edson Paiol, do PP, solicitou que a CPI alcance também o primeiro mandato de Salvaro. Na primeira reunião, sob o comando do presidente Arleu da Silveira, foram definidas as primeiras oitivas
25/11/2019 17:51

A primeira reunião dos integrantes da CPI da Afasc, na Câmara de Criciúma, definiu as oitivas que serão realizadas na próxima semana. Os primeiros a comparecerem para depoimento na Comissão, serão os presidentes da Afasc, Adriano Boarolli, e o responsável pelo controle interno da Associação, Juarez Medeiros , além do  delegado responsável pelo caso investigado de suposto desvio de carne da Afasc.

O presidente da Comissão, vereador Arleu da Silveira, do PSDB, expôs ainda que o pedido do vereador Edson Paiol, do PP, para que apuração da CPI seja desde o ano de 2009, foi submetido a parecer jurídico, que será apresentado na próxima semana.

A CPI da Afasc vai apurar a princípio a gestão financeira da Associação de Feminina de Assistência Social de Criciúma no período entre janeiro de 2013 até dezembro de 2019, o que engloba também a administração do ex-prefeito Márcio Búrigo, do PP.

Caso seja incluído o período de 2009 alcança o primeiro mandato do atal prefeito, Clésio Salvaro, do PSDB.

Enviando Comentário Fechar :/