Leia também: A manifestação de Jessé Lopes; revisão do Código Ambiental será apresentada dia 30 de novembro
23/11/2021 20:18

Começa 2022

A pré-candidatura do senador Jorginho Melo ao governo de Santa Catarina, com pré-lançamento consolidado em Lages durante o fim de semana, já surte efeitos concretos. Nesta terça-feira, o deputado Ivan Naatz, líder da bancada do PL na Assembléia Legislativa retirou o deputado Maurício Eskudlark da Comissão de Constituição e Justiça, a mais importante da Casa. Isso porque, Eskudlark é considerado como dos mais alinhados ao governo de Carlos Moisés da Silva e o PL quer que todos os integrantes da bancada falem a mesma língua: a de oposição a Moisés. Além de Eskudlark, o deputado Nilso Berlanda também é alinhado a atual administração. Na última semana, a bancada foi convocada para discutir o alinhamento à oposição e tanto Eskudlark quanto Berlanda não compareceram. Com isso, não somente a largada da pré-campanha de Jorginho está concretizada mas o PL marca posição e passa o recado claro: 2022 já começou.

 Quem assume a CCJ

Na bancada do PL na Assembleia Legislativa há também os deputados Sargento Lima e Marcius Machado, que deve assumir o lugar de Eskudlark na Comissão de Constituição e Justiça.

PL marca data para filiação de Bolsonaro; Vereador quer revogar lei que proíbe mototáxi em Criciúma;

Deputado Marcuis Machado/Agência Alesc

 Mototáxi

O vereador Nicola Martins, do PSDB, líder do Governo de Clésio Salvaro na Câmara, questionou na sessão desta terça-feira sobre a a possibilidade do município encaminhar projeto de lei para alterar lei que proíbe mototáxi em Criciúma. Segundo o parlamentar, a alteração é importante e necessária para dar mais possibilidade de transporte ao criciumense.

O argumento

O vereador  promete estudar junto ao Executivo modelo de transporte sustentável e que possibilite mais opções aos criciumenses. O argumento de Nicola Martins é que em um momento de aumento do combustível e com dificuldades no transporte público , há necessidade de mais opções e ao mesmo tempo de mercado mais aberto para o setor.

 Data marcada

Na entrevista que concedeu ao blog nesta terça-feira, o senador Jorginho Melo, presidente estadual do PL, confirmou que estava se deslocando para uma reunião com o presidente nacional da sigla, Valdemar Costa Neto, onde poderia ser confirmada a data de filiação do presidente Bolsonaro à sigla. “A princípio seria no dia 30 de novembro mas eu só posso confirmar após essa reunião”, resumiu o senador. Logo após a entrevista, nota oficial do PL confirmou a informação: 

PL marca data para filiação de Bolsonaro; Vereador quer revogar lei que proíbe mototáxi em Criciúma; Eskudlark sacado da CCJ na Alesc

 A manifestação de Jessé

Deputado estadual Jessé Lopes repudiou em post em suas redes sociais a proposta da vereadora Paula Kelli Ferreira Faedo, a Paulinha Caramuru, do PL de Curitibanos. A proposta é de instituição de uma Semana de combate à violência contra a população LGBTQIA+. O deputado classifica a população LGBTQIA+ como “c" ambulantes e diz que não representam nem 5% do total de homicídios no Brasil. 

PL marca data para filiação de Bolsonaro; Vereador quer revogar lei que proíbe mototáxi em Criciúma;

 Convite

O PL, partido da vereadora que apresentou a proposta na Câmara de Curitibanos, é a mesma sigla do senador Jorginho Mello, pré-candidato ao Governo de Santa Catarina e que formalizou convite para a filiação do deputado Jessé Lopes.

 Código Ambiental

O relatório final  da proposta de revisão do Código Ambiental de Santa Catarina será apresentado no próximo dia 30 de novembro. Foram oito audiências públicas por todo o estado. A comissão mista da Alesc responsável pela proposta de revisão do Código Ambiental, que tem como presidente e vice, os deputados Valdir Cobalchini, do MDB, e Zé Milton, do PP,  esteve reunida com os técnicos, nesta terça-feira para a apresentação e debate de pontos importantes do novo código.

 Retorno

Após 60 dias afastado da cadeira na Assembleia Legislativa, o deputado Padre Pedro, do PT, retornou nesta terça-feira ao Legislativo Estadual. Ele se licenciou para dar oportunidade ao suplente Adrianinho De Martini assumir a sua vaga na Alesc.

Enviando Comentário Fechar :/