Arlindo Rocha alega aprovação em primeiro turno, da Reforma da Previdência, com apoio dos deputados do partido, incluindo Geovânia de Sá, que é de Criciúma, como motivo para deixar o ninho tucano
11/07/2019 18:46

O prefeito de Maracajá, Arlindo Rocha, vai apresentar amanhã sua desfiliação do PSDB. O motivo é a aprovação em primeiro turno, da Reforma da Previdência, com apoio dos deputados do partido, incluindo Geovânia de Sá, que é de Criciúma. Em contato com  o site, o prefeito lembrou de sua trajetória como advogado de sindicatos, defendendo a questão dos trabalhadores.

“Estou esses anos todos trabalhando com sindicatos e envolvido com política. Isso nunca me atrapalhou mas agora sim. Estava suportável mas o PSDB mudou o rumo, o entendimento. A postura passou de liberal capital, não de social democrata”, detalhou.

Para o prefeito de Maracajá, a Reforma da Previdência é ruim porque não mexeu nas classes mais privilegiadas quando o assunto á aposentadoria. Ele informou que 97% dos trabalhadores vão pagar a conta de 3% que consomem 40% dos recursos de aposentadoria com média de vencimentos em R$ 12.800,00 contra a média de R$ 1.328,00 da maioria.

“O que muda é que os servidores públicos admitidos de 2013 para cá entram na nova previdência mas a mudança só se efetiva em mais de 20 anos. Até lá pode até ter outra reforma”, argumenta Arlindo Rocha. Ele pretende, por ora, ficar sem partido.

Enviando Comentário Fechar :/