Diante das reivindicações do Sindicato, Arlindo Rocha Rocha propôs que os próprios servidores administrem os recursos destinados ao pagamento de pessoal dentro do percentual permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal
16/03/2019 08:09

O prefeito de Maracajá, Arlindo Rocha, do PSDB, reafirmou nesta semana aos servidores públicos municipais, proposta inédita na região, quiçá no Brasil.

Diante das reivindicações do Sindicato de reposição da inflação, 5% de aumento real e incorporação aos salários do abono por assiduidade, de R$ 200,00, entre outros pontos, que elevariam a folha a 56% da receita, Rocha propôs que os próprios servidores administrem os recursos destinados ao pagamento de pessoal.

A proposta prevê o respeito ao limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal de 51,3% da receita. Advogado trabalhista e com ampla experiência em Sindicatos de trabalhadores, o prefeito aplica o que aprendeu na prática à administração municipal.

Enviando Comentário Fechar :/