Presidente da Câmara de Vereadores de Criciúma, Miri Dagostin, do PP, chamou atenção ontem ao declarar que parte dos recursos para a reforma do prédio onde funcionará a nova sede do Legislativo deve ser da venda das contas da prefeitura e Câmara.
21/05/2019 08:29

Presidente da Câmara de Vereadores de Criciúma, Miri Dagostin, do PP, chamou atenção ontem ao declarar que parte dos recursos para a reforma do prédio onde funcionará a nova sede do Legislativo deve ser da venda das contas da prefeitura e Câmara.

O prefeito Clésio Salvaro, segundo o vereador, planeja nova operação de venda das contas do Executivo e as da Câmara entram no “pacote”.

Expectativa é que sejam destinados R$ 500 mil para a reforma.

Enviando Comentário Fechar :/