O prefeito de Florianópolis foi detido pela Operação Chabu, da Polícia Federal, que aconteceu nesta manhã. Ao todo foram sete mandados de prisão
18/06/2019 12:47

A prisão temporária do prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, sem partido, é a principal notícia do dia no setor político do estado. Ele foi detido na Operação “Chabu”, deflagada nesta manhã no Estado, e que apura vazamento de informações relativas a Operações da Polícia Federal em Santa Catarina.

 Além de Gean Loureiro, foram presos o ex-secretário estadual da Casa Civil, Luciano Veloso, o Delegado Fernando Amaro de Moraes Caieron é o funcionário da Polícia Rodoviária Federal Marcelo Roberto Paiva.

 Ao todo, foram sete mandados de prisão e  23 mandados de busca e apreensão.

 O prefeito de Florianópolis está nesse momento na sede da Polícia Federal em Florianópolis.

Gean Loureiro desfiliou- se do MDB há poucos dias alegando principalmente o não alinhamento com líderes nacionais  supostamente envolvidos em escândalos.

Loureiro é atualmente o principal nome na corrida eleitoral de 2020, com a pré-candidatura à reeleição colocada a mesa.

Avaliar a extensão do prejuízo eleitoral em razão do episódio de hoje pode ser prematuro mas é incontestável o baque provocado em intenções de candidaturas. 

 

Enviando Comentário Fechar :/