Entre os que estão na lista para fechar as portas estão o de Azambuja, em Pedras Grandes; Barro Branco; em Lauro Müller e Guatá em Lauro Müller
21/11/2018 09:21

Santa Catarina deve ficar sem atendimento em 75 cartórios localizados em distritos. A proposta do Tribunal de Justiça consta no Projeto de Lei (PL) 265/2018, que tramita na Assembleia Legislativa.

A matéria está sob análise da Comissão de Constituição e Justiça  e tem como relator  o deputado Darci de Matos, do PSD. Os extintos são cartórios de paz, onde são feitos registros de nascimento, casamento, óbito, escritura, procurações diversas, reconhecimento de firma e autenticação de documentos.

Antes de ser votado em Plenário, passará pela análise da Comissão de Tributação e Finanças e Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público. 

Entre os qque estão na lista para fechar  as portas estão o de Aiurê, em Grão Pará; de Azambuja, em Pedras Grandes; Barro Branco; em Lauro Müller; Guatá em Lauro Müller; Hercílio Luz, Araranguá; Invernada, em Grão Pará; Pindotiba, em Orleans; Rio D’una, em Imaruí e Vargem do Cedro, em São Martinho.

(Com colaboração de Kênia Pacheco)

Enviando Comentário Fechar :/