Leia também: Valmir Comin de volta ao cenário e Ricardo Guidi pré-candidato à reeleição pelo PSD
09/06/2021 20:40

O cenário para 2022

Pela primeira vez o ex-prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes afirmou com todas as letras que é pré-candidato ao Governo pelo PSD, e assim se apresentou para as lideranças do partido durante o roteiro na região sul. Em seu discurso, Napoleão enfatiza a união do PSD, diz que há sintomia no partido quando se trata da definição de candidaturas e aponta projeto conjunto para 2022. Tanto que o critério para definição do nome que vai disputar o governo do estado não será prévias.A intenção é uma pesquisa qualitativa que defina um perfil de candidato condizente com o cenário político. O PSD apresenta vários outros nomes para a disputa, mas o que se percebe é que além de Napoleão o nome que de fato é levado em consideração é o do ex-governador Raimundo Colombo.O prefeito de Chapecó, João Rodrigues ensaia, se identifica com Bolsonaro mas as apostas são de que dificilmente vai renunciar a prefeitura para concorrer. Por ora, vemos movimentação no PSD, no DEM, no PL, que tem Jorginho Mello utilizando “superbonder" pra colar em Bolsonaro e surgiu também o nome do prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício de Oliveira do Podemos./Há também Gelson Merísio pelo PSDB, Joares Ponticelli e Esperidião Amin no PP e prévias marcadas para agosto no MDB. A movimentação para 2022 é de fato intensa nos bastidores políticos.

 Pré-candidato

O PSD pretende definir o pré-candidato ao governo até o fim deste ano e  já tem conversa engatilhada com o DEM, de Gean Loureiro, que coloca também o nome no cenário como possível candidato ao Governo em 2022. Líderes dos dois partidos tem dialogado frequentemente.

 Único
O nome do deputado Ricardo Guidi, do PSD, é o único a figurar na lista de candidatos do Sul para as eleições de 2022. Guidi deve concorrer à reeleição como deputado federal.

Cleiton confirma PSDB

A informação antecipada pela coluna no dia 28 de maio sobre a filiação do ex-deputado Cleiton Salvaro ao PSDB foi confirmada nesta quarta-feira. Ele vai assinar ficha no tucanato na próxima terça-feira com a presença da presidente estadual do PSDB, Geovânia de Sá e dos três prefeitos do partido na região. A regra estabelecida no PSDB, e também antecipada no dia 28 de maio, é somente um candidato a deputado estadual pela Amrec.

A lista

Além de Cleiton, o vereador Arleu da Silveira também manifestou a vontade de concorrer em reunião nesta quarta-feira do presidente do PSDB em Criciúma, Vagner Espíndola com vereadores. O secretário de saúde de Criciúma, Acélio Casagrande,o ex-deputado Dóia Guglielmi e o vereador de Nova Veneza, Aroldo Frigo Junior também concorrem a vaga de candidato a deputado estadual pelo PSDB da Amrec.

 

De volta
O ex-deputado Valmir Comin, aos poucos vai voltando ao cenário. Nesta quarta-feira esteve com o Secretário Estadual de Agricultura, Altair Silva, que também é do PP. Do encontro, participaram também o deputados José Milton Scheffer e o secretário de educação de Criciúma, Miri Dagostin e o de agricultura, Vanderlei Zilli. Na pauta oficial o pedido de implementos agrícolas para Criciúma, Extraoficialmente no entanto, Comin tem sido citado para voltar ao cenário como candidato em 2022. A coluna antecipou a informação em abril mas o nome surgiu com ainda mais força após o episódio que afastou o prefeito de Urussanga, Luiz Gustavo Cancelier do cargo. Cancelier também figura na lista do PP como possível candidato a deputado estadual  em 2022.

 

 Vacinação

A notícia divulgada nesta semana pelo Governo do Estado sobre a vacinação de todos os adultos do estado de Santa Catarina até outubro traz grande alento e esperança de aos poucos podermos retomar nossas vidas normais. O calendário foi divulgado ontem e logo após a divulgação, o Governador Moisés anunciou também que Santa Catarina deve receber na próxima semana doses da vacina Janssen. A vacina Janssen é aplicada em uma só dose. Além disso, hoje o Estado está recebendo mais de cem mil doses da Astrazeneca. Evoluímos com as esperanças renovadas.

 

Data
O governador Moisés aliás, divulgou a notícia sobre a vacinação logo após a definição da data do depoimento dele na CPI da Covid, para o dia 6 de julho. A informação negativa foi atropelada pela positiva. 

 

 

 

Enviando Comentário Fechar :/