13/05/2013 13:09

 Reunião daqui a pouco as 13h30min vai discutir o contrato de renovação, pela prefeitura de Criciúma, da concessão dos serviços de água e esgoto para a Casan.

Participam o prefeito Márcio Búrigo, o Superintendente Regional de Negócios Sul/Serra da Casan, Vilmar Bonetti e o assessor da presidência, José Cláudio Gonçalves, o Neguinho.

O encontro foi um pedido do presidente da Casan, Dalírio Beber, que telefonou nesta manhã aos responsáveis pela empresa na região.

Na pauta está a cláusula que deixa de repassar para a prefeitura 6,5% da arrecadação com taxas de água e esgoto e mais 2% para a Famcri e que não foi contemplada no contrato assinado no fim do ano passado.

Com isso, a prefeitura deixa de receber cerca de R$ 350 mil por mês.

O assunto, levantado pela coluna Karina Manarin, no jornal Diário de Notícias e neste site, foi abordado nesta manhã também nas rádios de Criciúma.

Na Som Maior, o prefeito Márcio Búrigo foi enfático.Disse ao jornalista Adelor Lessa que não abre mão de ter os recursos e que pode procurar meios jurídicos de rompimento do contrato com a Casan caso não haja acordo.

Enviando Comentário Fechar :/