Ex-Secretaria Estadual de Ação Social argumenta que não conhecia a servidora que manteve na secretaria a pedido do prefeito Gean Loureiro
07/12/2019 12:05

A ex-secretária Estadual de Ação Social, Romanna Remor, emitiu  Nota sobre seu indiciamento na Operação Chabu.

Confura na Íntegra:

" Quem se dispõe a participar da vida pública pode estar sujeito a esse tipo de suspeição.

Mantenho o meu entendimento de que é importante para o país que os órgãos competentes conduzam suas investigações nesses casos.
.
Cabe ao Judiciário avaliar se são procedentes ou não. É nessa fase que terei oportunidade de dirimir dúvidas e/ou suspeitas sobre a mensagem que recebi do prefeito Gean na qual ele me pedia para manter uma servidora comissionada na Secretaria de Assistência Social. Isto é tudo o que há contra mim.

Quanto ao pedido, não tomei qualquer ação, uma vez que a referida servidora já fazia parte da equipe da Secretaria há alguns anos. Estava lá quando cheguei, e permaneceu lá quando saí.

JAMAIS me beneficiei de qualquer fato relatado na investigação. Não conhecia essa senhora.
Só tinha informações de outros servidores da Secretaria de que ela fazia bem o seu trabalho e era importante mantê-la para que não houvesse total ruptura de informações e processos na nova gestão.

É isso que demonstrarei ao Judiciário." 

Leia Mais: https://karinamanarin.com.br/artigo/romanna-remor-e-citada-na-operacao-chabu-como-investigada

Enviando Comentário Fechar :/