No encontro que aconteceu nesta tarde na Acic, integrantes da Comissão do Porto Seco apresentaram projeto de estudo para detalhar todos os custos necessários à pavimentação das ruas na área e adequação da rótula do Anel de Contorno Viário que servirá de acesso ao Porto.
29/10/2019 18:17

Em reunião nesta tarde na Acic, lieranças de Criciúma envolvidas na causa do Porto Seco apresentaram ao Secretário Estadual de Infraestrutura, Carlos Hassler,  projeto de estudo para detalhar todos os custos necessários à pavimentação das ruas na área e adequação da rótula do Anel de Contorno Viário que servirá de acesso ao Porto. 

O presidente do Legislativo, vereador Miri Dagostin, do PP , o presidente da Comissão de Obras, vereador Salésio Lima, do PSD, o presidente da Acic, Moacir Dagostin, a secretária de Infraestrutura do Município, Kátia Smieléviski, o presidente do Setransc, Lorisvaldo Piucco, e superintendente do Deinfra na região Sul, Gustavo Taufembach participaram do encontro.

“Essa pauta iniciou com a Audiência Pública na última semana e foi abraçada pelo Legislativo. Hoje pela manhã nos reunimos com o presidente da Acic, com o Prefeito e conseguimos então apresentar nossas necessidades ao secretário de Estado”, pontuou o presidente da Casa, Miri Dagostim.

O pedido da comissão é que sejam pavimentadas as ruas da área do Porto Seco e que o desnível da rótula do Anel Viário seja corrigido. “Acordamos que um estudo mais apropriado de todo o custo da obra será realizado e assim que pronto, voltaremos a conversar com o Estado”, pontuou o vereador Salésio Lima.

O Município, por meio da secretária de Infraestrutura, garantiu a capa asfáltica para as pavimentações. “Colocamos a disposição a capa asfáltica, mas sabemos que até esse ponto, um investimento alto para drenagem e terraplanagem precisa ser realizado”, afirmou Kátia.

A viabilidade do Porto Seco escoaria do centro da cidade todo o tráfego de caminhões pesados. “Todos nós sabemos da importância dos modais nos municípios e a cidade dos transportes, como é chamado o Porto Seco é de extrema importância pela localização que a área tem, ao lado da Via Rápida, da Ferrovia e do Anel Viário”, afirmou o presidente da Acic, Moacir Dagostim.

No encontro, ficou acordado que um estudo de custo será realizado para que a verba possa ser analisada pelo secretário Carlos Hasler. Após o estudo, um novo encontro deverá acontecer.

 

Texto/fotos: colaboração Talita Grassi.

Enviando Comentário Fechar :/