Criciúma terá com a conclusão das obras em andamento, 61% de cobertura em tratamento de esgoto

26/03/2019 08:55

O tratamento de esgoto aliás, que pode ser considerado uma evolução da humanidade, é bem abaixo do esperado em cidades onde o serviço foi municipalizado: Joinville 31%, Blumenau 43%, Itajaí 25% e Tubarão vergonhosos 0%, segundo números apresentados ontem na Câmara de Vereadores de Criciúma. Somente um município se destaca no quesito. Trata-se de São Ludgero, com 100% de cobertura no tratamento de esgoto.

Em cidades onde a Casan atua, pelo menos entre as maiores, o índice de cobertura de tratamento de esgoto é muito melhor. Criciúma, se as obras foram concluídas, vai alcançar 61% de cobertura. Florianópolis te 64%, São José 81% e Chapecó 61%.

Mais que todos os argumentos enumerados para que a cidade preste atenção na proposta em andamento, há de se atentar para mais um: a disputa jurídica que deve se instalar caso de fato haja rescisão de contrato. Até hoje, segundo os dados apresentados ontem na Câmara, os advogados da Casan não perderam nenhuma ação de municípios que tentaram rescindir contratos em vigência.

 

 

 

 

Enviando Comentário Fechar :/