A ação pede o mandato do deputado Bruno Souza, sem partido, por infidelidade partidária, teve audiência marcada para dia 10 de julho e tem entre os autores o suplente, Cleiton Salvaro, do PSB de Criciúma
25/06/2019 08:13

Está agendada para o dia 10 de julho no Tribunal Regional Eleitoral em Florianópolis, a audiência de oitiva de testemunhas no processo que pede a cassação do deputado estadual Bruno Souza, sem partido, por infidelidade partidária.

A questão tem como interessado direto, inclusive autor de processo, o suplente de deputado Cleiton Salvaro, que é do PSB de Criciúma, A ação tem por base a desfiliação de Bruno Souza do PSB e a tese de defesa do deputado é justa causa. O Ministério Público foi intimado para ser parte no processo e deve também se manifestar.

Após os trâmites, deve haver alegações finais e então o julgamento pelo pleno do TRE. Há previsão por parte dos advogados de Cleiton Salvaro, é que em agosto ele possa assumir cadeira na Assembleia Legislativa. A conferir, se possível decisão do TRE de perda de mandato por infidelidade partidária, ela terá ou não efeito suspensivo. Caso de concretiza, o Sul terá mais um representante na Assembleia.

Além do mandato de Bruno Souza, os processos pedem também por infidelidade partidária, a cassação de Nazareno Martins. Além do suplente, Cleiton Salvaro, a Executiva Nacional do PSB também é autora da Ação. Bruno Souza e Nazareno Martins teriam se desfiliado do PSB em fevereiro, pouco depois de assumirem o mandato na Assembleia.

Enviando Comentário Fechar :/