A proposta de de autoria do Executivo foi encaminhado pelo presidente da Casa, vereador Miri Dagostin, do PP, (foto) enquanto esteve no comando do Paço em agosto.
17/10/2019 08:16

A Câmara de Vereadores de Criciúma deu um importante passo na viabilização da sede própria. Em plenário, nesta semana os vereadores aprovaram projeto de lei que garante verba de R$ 1,5 milhão para obras no prédio da nova sede.

A proposta de de autoria do Executivo foi encaminhado pelo presidente da Casa, vereador Miri Dagostim, do PP,  enquanto esteve no comando do Paço em agosto. “Enquanto interino fiz esse projeto de transposição orçamentária para que, com o valor, o Executivo pudesse encaminhar as licitações para os projetos da nova sede”, pontuou Dagostim.

Com a verba, o Município dará andamento às licitações para os projetos hidráulico, elétrico, de segurança e arquitetônico. Parte do valor será destinado para a reforma da estrutura onde ficará a nova sede. “Cerca de R$ 700 mil serão utilizados na reforma da antiga sede do Ministério Público. O restante, na execução de todos os projetos necessários para a obra”, afirmou Dagostim.

O Legislativo celebrou em agosto o Termo de Cessão que garante o uso do antigo prédio do Ministério Público do Trabalho, MPT, no Parque Centenário. Atualmente, a sede do Poder está distribuída em salas em prédio alugado no centro da cidade, com custo mensal de R$ 40 mil.

Para abrigar a Câmara, além de reforma, o local passará por adaptações de mobilidade e ampliação do espaço para abrigar os gabinetes dos vereadores, os setores administrativos e o plenário com capacidade para até 220 visitantes. 

Enviando Comentário Fechar :/