Mais que convicção sobre as irregularidades apontadas pelo relator, o voto de Edson Paiol sinaliza que pelo menos uma parte do PP pretende de fato marcar posição de independência também quanto aos encaminhamentos para 2020.
06/08/2019 08:59

O relatório do vereador Ademir Honorato, do MDB, que aponta irregularidades no parcelamento da dívida do CriciúmaPrev, só foi aprovado porque o vereador Edson Luiz do Nascimento, o Paiol, do PP, votou  a favor.

Com isso, houve empate em três a três entre os integrantes da Comissão de Inquérito e o presidente, Júlio Kaminski, do PSDB, desempatou a favor da aprovação.

Mais que convicção sobre as irregularidades apontadas pelo relator, o voto de Edson Paiol sinaliza que pelo menos uma parte do PP pretende de fato marcar posição de independência também quanto aos encaminhamentos para 2020.

Paiol aliás, mantém fina sintonia com o empresário Gilson Pinheiro, que na entrevista concedida a esta coluna ontem, revelou ter sido ele o primeiro a fazer o convite para sua filiação ao PP.

Enviando Comentário Fechar :/