Deputada Geovania de Sá comemora conquista para as mães de toda a Região Sul
Serão inaugurados amanhã, no Hospital Materno Infantil Santa Catarina, em Criciúma, o Banco de Leite e a Unidade de Cuidados Intermediários.
28/08/2019 21:18

Serão inaugurados amanhã, no Hospital Materno Infantil Santa Catarina, em Criciúma, o Banco de Leite e a Unidade de Cuidados Intermediários. Ambos contaram com recursos de emendas parlamentares da deputada federal Geovania de Sá (PSDB) para entrarem em funcionamento.

O Banco de Leite, esperado por mais de uma década, foi totalmente equipado com recursos oriundos do gabinete da parlamentar. “E as mães e bebês de 47 municípios da Região Sul do estado agradecem”, relata o médico e responsável técnico Leon Iotti Neto. Ele lembra que, antes, as famílias de toda Amrec, Amesc e Amurel precisavam recorrer à única unidade existente, em Tubarão.

“Agora será diferente”, ressalta a nutricionista e coordenadora dos trabalhos do Banco de Leite, Tamilis Borges. Ela relata que a unidade terá capacidade de armazenar até 190 litros de leite humano que, depois de pasteurizados, terão validade de até seis meses.

“As doações, primeiramente, deverão suprir a demanda dos diferentes setores da maternidade”, explica Tami, dando como exemplo os bebês com hipoglicemia inicial que, hoje, recebem fórmula infantil. “Mas, nada supera o valor nutricional do leite materno para a saúde da criança. Ele é, praticamente, a primeira vacina que recebemos na vida”, justifica.

Além das captações e doações, o Banco vai prestar atendimento assistencial. Dr. Leon conta que a mãe com o bebê sem a pega correta, com mastite ou que precisa de uma orientação também poderá contar com o acompanhamento dos profissionais.

A outra nova ala que entrará em funcionamento amanhã, a Unidade de Cuidados Intermediários, também contou com recursos destinados pela deputada Geovania e atenderá os recém-nascidos, com até 28 dias, que precisam de cuidados especiais. “Estes bebês precisam de atenção, mas não necessariamente na U.T.I”, justifica o médico e responsável técnico. Segundo ele, este novo espaço, sobretudo, evita a contaminação cruzada e libera leitos da Unidade de Tratamento Intensivo. “E isso é muito bom”, acrescenta.

“E contribuir desta forma, ajudar as mães a receberem seus filhos com tranquilidade me deixa muito feliz. Poder zelar pelo bem-estar de ambos e de suas famílias me motiva a trabalhar ainda mais”, emociona a deputada, dizendo que vê um sonho antigo realizado e que se sente honrada por fazer parte da concretização.  

(Com informações e foto/assessoria/Geovânia de Sá)